Mentes antenadas criam aplicativos voltados para a área de educação


Uma rica troca de vivências entre educadores e especialistas em tecnologia pretende trazer melhorias para a educação do país. Trata-se do TecEscola, iniciativa da B2W DIGITAL, líder em comércio eletrônico na América Latina, e o CDI (Comitê para Democratização da Informática), organização social que há 20 anos usa a tecnologia para transformação social. Em recente encontro no Rio de Janeiro, o Experiência TecLab, cerca de 120 professores do projeto trouxeram à tona os desafios cotidianos da educação e, juntos, desenvolveram protótipos inéditos de aplicativos. Nomes de referência no campo da educação, empreendedorismo e inovação fizeram parte do comitê avaliador, como José Pacheco (Projeto Âncora/ Escola da Ponte), Fábio Campos (CESAR), Lucas Ranna (Fábrica de Aplicativos) e Fábio Campos (Nave). Os próprios professores também participaram da votação.

Os aplicativos selecionados por esse grupo e que serão patrocinados pelo CDI são: o #Praqueserve, que permite relacionar disciplinas escolares com o dia a dia dos alunos e com as profissões e carreiras que eles podem seguir a partir daquele conteúdo; o aplicativo Sonhe, onde o aluno é convidado a dizer qual é seu sonho, dizendo quais atividades que gostaria de realizar. O app relaciona informações que são importantes para o aprendizado dessas atividades, ampliando o horizonte dos alunos. O terceiro selecionado é o aplicativo Universos e Tribos, um jogo de RPG online para facilitar o aprendizado, em que o aluno cria um avatar para interagir com outros professores e colegas. Permite interação e proposta de desafios pelos próprios alunos. E o quarto selecionado é o aplicativo Profissapp, que propõe um “timeline” de troca de informações entre alunos e também alimentado por instituições de ensino e empresas. Traz mapa das faculdades, game vocacional, perguntas e respostas com profissionais da área e também dicas para estimular o empreendedorismo.

Apoiado pela Secretaria de Estado de Educação (SEEDUC), o TecEscola é um projeto inovador de tecnologia, lançado em agosto de 2015, que promove a capacitação e o empoderamento digital em 50 escolas públicas estaduais do Rio de Janeiro e beneficia cerca de 15 mil alunos.

“Ao desenvolverem essas soluções inovadoras, os professores assumem o protagonismo para transformar a escola 21 e o futuro dos jovens, inspirando a mudança que queremos ver no mundo”, explica Rodrigo Baggio, presidente do CDI.

As unidades escolares selecionadas estão localizadas prioritariamente no eixo Centro-Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, a maioria em área de vulnerabilidade social, sendo 30 em áreas de UPP. O projeto também abrange a Região Metropolitana, incluindo regiões como Bangu, Realengo e Duque de Caxias.